top of page
  • Foto do escritorAssessoria de Comunicação

Prefeitura de Cruzeiro do Sul capacita servidores que atuam com processos administrativos


Com o objetivo de atualizar os servidores referente aos novos processos administrativos e licitatórios a Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul, através da Secretária Municipal de Gestão Estratégica, Orçamento e Finanças está oferecendo de forma gratuita uma capacitação de três módulos para os servidoras das secretarias municipais que atuam com processos administrativos e com processos licitatórios sob a nova Lei de Licitação que está em vigor. A Lei nº 14.133, de 1º de abril de 2021 que estabelece normas gerais de licitação e contratação para as Administrações Públicas diretas, autárquicas e fundacionais da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.


Preocupados com o desenvolvimento das ações da prefeitura para que não haja atrasos nos processos e consequentemente nos trabalhos que serão executados, o curso voltado para os processos administrativos da gestão está acontecendo até o final de maio quando serão concluídos os três módulos. Diante disso, os servidores atuam nos seus setores de trabalho pelo turno da manhã à tarde farão o curso com conteúdo teórico e prático.


O curso está sendo aplicado pela advogada Mara Aline, especialista em Direito Constitucional Administrativo que foi contratada para trazer os novos conhecimentos aos servidores municipais.

“Estou vindo a Cruzeiro do Sul aplicar este excelente curso sobre as novas licitações é importante que todas saibam manusear os processos porque agora os responsáveis por esses processos também serão penalizados. Parabenizo a gestão municipal por está preocupado com o aprendizagem dos seus servidores. O curso é dinâmico e será de suma importância para todos”, pontuou Mara Aline.


O vice-prefeito Henrique Afonso que participou da capacitação destacou a preocupação da gestão em qualificar seus servidores evitando assim problemas futuro para o gestor.

“Há dois anos a nova lei de licitação entrou em vigor e a partir deste ano ela é obrigatória. São muitas dúvidas, muitos detalhes podem fazer o processo está errado então decidimos contratar uma consultoria para que possa qualificar nossos servidores evitando que, como gestores tenhamos nossos CPF prejudicado”, disse Henrique Afonso.



Comments


bottom of page