top of page
  • Foto do escritorLeandro Altheman Lopes

Produtores e Organizadores avaliam resultados do Festival da Farinha 2023

Passadas as quatro noites de intensas celebração e de negócios, organizadores e produtores avaliam como positivo o resultado do Festival da Farinha 2023.

Este festival trouxe elementos diferentes dos anteriores. Além do aspecto de entretenimento e diversão que sempre existiu, o Festival deste ano trouxe elementos de uma grande feira agrícola a exemplo da Expoacre, mas colocando o produtor familiar no centro das atenções.




“Este Festival ele só existe por conta da agricultura familiar, a razão de ser é o pequeno produtor rural, que afinal é quem produz a melhor Farinha de Mandioca do Brasil”, disse o prefeito Zequinha na abertura.


Maria Renilda, a Branca, produtora familiar do rio Liberdade definiu a importância da feira para os pequenos produtores. Presidente da Associação Feminina Mulher Flor, Branca trouxe uma produção variada muito além da farinha de mandioca que inclui melancia, banana e geleias de açaí, buriti, cupuaçu e outras, além de sabão artesanal.


“Mais importante do que as vendas, o que a gente queria de verdade era mostrar para as pessoas da cidade a nossa produção, para que elas saibam da nossa capacidade do que nós temos lá. Uma festa como essa é uma oportunidade para a valorização do nosso produto e do nosso trabalho”.


“O festival tem esta característica s de unir produção, cultura e identidade em um único evento”, disse o vice-prefeito Henrique Afonso.





A Casa Civil da Prefeitura coordenou as ações das secretarias durante do Festival.




“É um momento de muita alegria para nós cruzeirenses. A gestão do prefeito Zequinha tratou tudo com muto cuidado e carinho. Avaliação é de que tivemos bons resultados tanto econômicos como culturais, na divulgação do turismo, culminando com o ponto alto que foi o aniversário da cidade com um desfile histórico que há muito anos não víamos na nossa cidade e fechando com esse show abençoado nesta noite maravilhosa com a cantora Isadora”, disse Ney Wiliams, chefe da casa civil.


A secretaria de gestão, estratégia, orçamento e finanças teve um papel fundamental para que o Festival da Farinha fosse possível com este tamanho.


“É o maior sucesso de todos os festivais. O aumento em extensão fez uma diferença no volume de pessoas e na questão econômica. Segundo alguns empreendedores foi mais fácil fazer negócios aqui do que na Expoacre por ser mais central. Desde o início planejamos com carinho e atenção fechando contratos com indústrias garantindo que comércio que estaria presente.




“Nós tivemos todas as secretarias envolvidas: meio ambiente, obras, turismo e empreendedorismo, GEOF, saúde, assistência social, comunicação. As equipes estiveram empenhadas desde a montagem, a decoração, cada setor trazer água para as barracas para a questão de saneamento. Foi mais de uma semana dedicando tempo para que este festival ficasse bonito desta forma”.


O Festival da Farinha envolve vários elementos, mostra as potencialidades, é também um ambiente de negócios, entretenimento, mostra nossa identidade cultura, é de um significado extraordinário. Nós produzimos a melhor farinha do brasil e derivados então há muito o que celebrar e este gesto do prefeito Zequinha de encerrar o Festival com a Marcha para Jesus, eu tenho certeza

Comments


bottom of page