Defesa Civil de Cruzeiro do Sul realiza vistoria em moradias afetadas por temporal


O período de transição do verão para o inverno amazônico, normalmente entre os meses de setembro a novembro, é marcado pela ocorrência de ventos fortes, que costumam trazer danos especialmente às coberturas de residências.


Nesta sexta, 11, uma equipe da Defesa Civil foi ao local para avaliar os danos da ventania ocorrida na quinta, 10. A vistoria foi solicitada pelos próprios moradores. Esta foi a segunda ocorrência desta natureza atendida pela Defesa Civil neste ano.


“Quatro propriedades na região do ramal da Mariana, na Vila Santa Rosa tiveram destelhamento devido às ventanias”, explica Iranilson, servidor da Defesa Civil que esteve presente no local.


A vistoria visa avaliar riscos potenciais aos moradores e fornecer lonas para cobertura provisória.

“A partir do relatório produzido pela Defesa Civil do Município, a prefeitura providencia telhas de alumínio para substituição”, explica José da Silva Lima, Coordenador de Defesa Civil do município.


Em outubro deste ano uma ventania semelhante atingiu o ramal 2 da Vila Santa Luzia, destelhando 13 casas, entre residências e igrejas. A partir do relatório a prefeitura providenciou cerca de 300 telhas de alumínio para restabelecer a cobertura das casas.


“A Defesa Civil tem realizado um trabalho importantíssimo em nosso município. Alagações, temporais, são fenômenos da natureza que muitas vezes atingem os moradores da nossa cidade e a partir dos relatórios produzidos pela Defesa Civil, a prefeitura pode intervir”, explica o prefeito Zequinha Lima.



0 comentário