top of page

Corrida da Virada de Cruzeiro do Sul vai premiar pela primeira vez atletas Cadeirantes



Unindo a inclusão e o  esporte, a Corrida da Virada de Cruzeiro do Sul vai premiar, pela primeira vez, pessoas com deficiência física na categoria Cadeirantes. A prova será realizada neste domingo, 31, com início as 6 horas da manhã e encerra o ano esportivo de 2023 da prefeitura de Cruzeiro do Sul.


A Corrida terá a participação de dois paratletas:Edson Cardoso de Cruzeiro do Sul e Thomas Rodrigues, de Tarauacá.


Edson Cardoso, participou da Corrida do ano passado, que não premiou a categoria dele. Este ano, concorre com direito à premiação


"Não tínhamos ainda esse respeito a nossa categoria e nem incentivo para pessoas com deficiência físicas praticarem o esporte. Há mais de dois anos que estou praticando o atletismo e achava que não tinha porque continuar, uma vez que não eramos incluidos nas premiações. Agora com a inclusão feita pelo prefeito Zequinha Lima, muitas coisas vão mudar e com certeza as pessoas com deficiência se sentirão incentivadas a praticar esportes", citou ele.


Thomas Rodrigues, 23 anos, natural de Tarauacá, já está em Cruzeiro para participar do evento.  O jovem ficou tetraplégico há 4 anos, após pular no rio, e  acabar se chocando com um banco de areia, o que lhe causou uma lesão na medula.  Atualmente ele faz jiu-jitsu, paraciclismo e é jogador da seleção acreana de Basquete. Além da Hand Bike, que é como ele vai competir na Corrida da Virada.


Quando soube das inscrições para cadeirantes, garantiu  a sua vaga e a do pai, Francinei Silva, que vai correr lado a lado com ele.


“Quando soube, ele ficou muito feliz porque para nós isso é algo que não é normal. Então quando viu, já fez logo a inscrição dele e a minha também. Conversamos para que, no caso dele, a corrida não fosse na cadeira de rodas, mas numa bicicleta adaptada, para mostrar algo que é inédito aqui no Acre que é a Hand Bike, e também para mostrar a outros cadeirantes que é possível você ter uma vida social com inclusão”, declarou Silva, pai de Thomas.


Esta é a primeira vez que Thomas vai participar da Corrida da Virada de Cruzeiro do Sul. Ele confessa que vai brigar pelo pódio e destaca a iniciativa da prefeitura de Cruzeiro do Sul, em oferecer oportunidade para atletas com deficiência.


“Desde já quero agradecer o privilégio de ter uma oportunidade dessa em nosso estado que visa pouco nosso lado (PCD) e não somos incluídos em vários eventos.Achei admirável essa iniciativa da prefeitura de Cruzeiro do Sul e a minha expectativa é poder representar bem a nossa classe e mostrar a todos que o capacitismo não pode existir. Independente da situação, nunca podemos abaixar a cabeça, e sempre temos que seguir em frente”, disse.


O percurso para os competidores da categoria cadeirantes é de 5 quilômetros. A premiação é de R$200 reais para o primeiro lugar, R$ 150,00 para o segundo e R$ 100,00 para o terceiro colocado, no masculino e  feminino.


A largada e chegada da Corrida da Virada será na Catedral Nossa Senhora da Glória. 470 corredores participarão da prova, que tem premiação total de R$ 14.800.



bottom of page