Prefeitura de Cruzeiro do Sul inaugura escola no ramal do Darcy


No último sábado, a comunidade rural do ramal do Darcy recebeu uma escola totalmente nova. A inauguração contou com a presença do prefeito Zequinha Lima e do secretário adjunto Valdenísio Martins.

A Escola Joel Eugenio Marinho representou um investimento de 130 mil reais e irá atender, do primeiro ao nono ano, um total de 39 alunos. Três profissionais de educação estão lotados para aquela unidade. Além do prédio escolar, está sendo entregue o poço artesiano, freezer, ventiladores, bebedouro e fogão. O poço artesiano irá beneficiar também as residências dos moradores da região.

Além da presença do prefeito Zequinha Lima e do Secretário Adjunto de Educação Valdenísio Martins, estiveram presentes os vereadores Franciney Freitas, Zaldo Moto Taxi, Cristiano Costa e Betão da BR, o presidente do STR Chagas e o gerente do BASA, sr. Marlon.

“Este é um investimento muito importante para nós do ramal do Darcy. São 39 alunos beneficiados com essa obra. Esse benefício que está vindo - uma escola bem adequada para os filhos estudarem - é um investimento que a prefeitura está trazendo para essa comunidade. Dessa forma, nossos estudantes permanecerão dentro do ramal, sem precisar ir para outros lugares, o que no inverno é bastante complicado”, disse Fabiana Miranda, diretora da regional de educação da BR 364.

O investimento nas escolas da zona rural tem sido uma prioridade da atual gestão, visando beneficiar os estudantes, garantindo dignidade, cidadania e a autoestima dos moradores da zona rural.

“A prefeitura vem reformando escolas da zona rural nos rios e ramais e reconstruindo novas escolas quando necessário. Aqui é uma escola totalmente nova feita pela prefeitura. Temos tido a preocupação com a zona rural, um olhar diferenciado, buscando ter cuidado com nossa clientela que passa por grandes dificuldades. Temos pensado a educação a partir do tripé: remuneração, capacitação e formação. A escola anteriormente não dava essa condição satisfatória. Aqui investimos 120 mil reais para que essa comunidade pudesse ter uma escola para que também a família fique satisfeita”, disse o Secretário Adjunto de Educação Valdenísio Martins.

A nova escola passa a ser um marco na conquista de cidadania para os moradores do ramal do Darcy.

“A escola antiga a gente chamava de escola, porque a gente é pobre, mas ali não poderia estudar ninguém. Hoje, graças a Deus, temos uma escola de qualidade, e agradecemos muito ao prefeito, que tem sido um grande aliado do trabalhador rural, com sua equipe ajudando através do ensino. A escola antes não funcionava. Um dia cheguei, e a merendeira estava chorando porque não tinha água para fazer merenda para os alunos. Gravei vídeo e levei para secretaria e, depois de tomar posse, o prefeito veio pessoalmente na nossa comunidade. Antes tínhamos que andar 2 km para pegar água, hoje, esse poço artesiano fornece para todas as residências dessa área”, disse o presidente da comunidade Renato da Rocha.

“Tem sido uma prioridade para nossa gestão investir na educação, inclusive com a construção de novas escolas. Somente no Juruá Mirim teremos dez novas escolas esse ano. Ano passado, entregamos cinco. Esse período de pandemia tirou de sala de aula, por dois anos, alunos e professores, e aproveitamos esse tempo para acelerar as reformas. Em muitos lugares o início do ano letivo já vai se dar nessas novas estruturas. Sabemos que professores e alunos estão ansiosos para retornar ao ambiente escolar, que é um lugar de aprendizado, mas, também um espaço de convivência e socialização. Na zona rural, escolas de qualidade significam também a valorização dos moradores, que merecem toda a atenção da gestão. A prefeitura não tem poupado esforços para se fazer presente, principalmente, nos locais mais distantes. Assim tem sido na saúde, na assistência social e na educação. Hoje também trouxemos o gerente do Banco da Amazônia para apresentar as modalidades de crédito rural para financiamento de atividades produtivas, para que aquele que quiser e se enquadrar no perfil possa desenvolver seu negócio, tendo além da farinha, outra fonte de renda para sua família”, disse o prefeito Zequinha Lima.






0 comentário