top of page

Povo indígena Noke Koi comemora 39 anos com cada vez maior presença e apoio da prefeitura



O Povo Noke Koi, popularmente denominados Katukina, realizou uma grande festa de comemoração dos 39 anos de demarcação de sua terra. Localizada às margens do rio Campinas na BR 364, a TI de 33 mil hectares abriga 820 pessoas, em 11 aldeias: Kamawa, Shava Vena, Waninawa, Vari Peo, Varinawa, Shonoya, Satanawa, Maseheya, Pino Hoshoya, Vari Isko e Maniya.


O prefeito Zequinha Lima esteve presente acompanhado de alguns de seus secretários.

“É muito importante para mim como gestor estar presente Aldeia Katukina neste momento de celebração, pois nossa gestão tem buscado estar cada vez mais próxima e presente junto a este povo, que é muito importante para o desenvolvimento de nossa cidade”, disse o prefeito Zequinha Lima.


“Este é o aniversário de nossa demarcação, somos um povo guerreiro em cultura e tradição, e agradecemos ao prefeito Zequinha pela parceria que estamos tendo com o município”, disse Edilson Pôa, liderança Noke Koi.


A gestão municipal do prefeito Zequinha Lima vem buscando desde o início construir políticas públicas municipais em conjunto com o povo Noke Koi. Criada no dia 19 de abril de 2021, o departamento indígena municipal conta atualmente com três lideranças na gestão. Adriano Rosas Katukina atua como articulador institucional entre o povo Noke Koi e a prefeitura, há ainda uma liderança atuando mais diretamente na elaboração do plano de turismo junto à secretaria municipal, e outra liderança indígena no setor de produção.


“Há um interesse cada vez maior nos povos indígenas. Os festivais culturais, como este, em que os povos indígenas oferecem jogos e brincadeiras culturais, apresentações de danças tradicionais, pintura corporal, culinária típica e uma amostra de sua espiritualidade para os visitantes, é um atrativo importante que deve fazer parte do nosso calendário do município”, disse a secretária municipal de turismo, Gleiciane Cruz.


Na área cultural a gestão também vem se empenhando para incluir cada vez mais as manifestações culturais indígenas nos editais e leis de incentivo. Em abril, uma força tarefa da secretaria municipal de cultura esteve na Terra Indígena para levar informações e facilitar o acesso ao edital de cultura da Lei Paulo Gustavo.


“Estamos preparando para entrar no edital com projeto para jovens lideranças Shaná (cantores tradicionais). Meu sonho é defender buscando nossa juventude para a cultura, usando para isso os editais nas áreas de música, dança, pintura corporal e etc”, disse Carlos Katukina, Shaná (cantor) e articulador da secretaria municipal de cultura junto ao povo Noke Koi.


Outra vitória recente do povo Noke Koi junto ao município de Cruzeiro do Sul foi a participação pela primeira vez, de uma escola indígena nos jogos escolares. O povo Noke Koi também está presente de modo participativo, nos programas municipais de produção agrícola familiar, nas ações de saúde e educação.


O Festival que celebra os 39 de demarcação da TI Katukina, celebra vitórias do Povo Noke Koi que ao mesmo tempo em que conquista seu espaço na sociedade contemporânea em Cruzeiro do Sul, no Acre, no Brasil e no mundo, mas que também cultiva e fortalece sua cultura tradicional.


“Convidamos as pessoas para conhecer como vicemos, conhecer nossa cultura. Somos um povo que apesar dos impactos negativos, vem conseguindo cada vez mais fortalecer e valorizar nossa cultura tradicional”, disse Levi Pequeno Katukina, presidente da associação que representa o Povo Noke Koi.


“Para nós é motivo de muito orgulho, uma honra participar deste momento de celebração junto a este povo que também faz parte da nossa identidade. É muito bom que as pessoas possam vir e participar dessa cultura riquíssima e fazer a interação com o povo Katukina”, concluiu o prefeito.

bottom of page