Prefeitura de Cruzeiro do Sul participa da entrega de donativos feita ao projeto Juruá Solidário


Na tarde desta quarta-feira, 31, o Tribunal de Justiça (TJAC), o Ministério Público do Acre (MPAC), através do SOS Acre, a Associação dos Municípios (AMAC) e a Cruz Vermelha Brasileira (CVB), entregaram 11 toneladas de donativos que serão divididos entre quatro municípios do Vale do Juruá: Marechal Thaumaturgo, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul. O prefeito de Cruzeiro do Sul Zequinha Lima participou da entrega, junto com a coordenadora do Projeto Juruá Solidário, a primeira-dama Lurdinha Lima, e os demais representantes das instituições e dos municípios vizinhos. A ação ocorreu no Ginásio Jader Machado.



A assinatura do termo de recebimento contou com a participação dos representantes de cada município contemplado com os donativos. Foram doados medicamentos, álcool em gel, máscaras, sabonetes e detergentes. Os donativos entregues para Cruzeiro do Sul foram direcionados ao projeto Juruá Solidário, que também recebeu a doação de 200 colchões do apresentador Luciano Huck.


Para o juiz de direito, Dr. Marlon Machado, toda junção de esforços para fazer o bem é sempre bem-vinda. “Hoje vários órgãos do poder público se reuniram para auxiliar a população do nosso querido Acre que está sofrendo, se não bastasse a pandemia do Covid-19 também vieram as alagações,” frisou ele.


O prefeito Zequinha Lima, que participou do evento, pontou sobre as iniciativas que tem ajudado as famílias que foram prejudicadas.


“Essa é uma demonstração de carinho e de amor que as pessoas têm pelo próximo. O que estamos vendo aqui é um ato de solidariedade do Brasil inteiro, e no nosso município também temos um exemplo de organização e apoio que é o projeto Juruá Solidário”, falou.


A idealizadora do projeto, Lurdinha Lima, agradeceu a confiança das instituições, que fizeram essa entrega ao projeto.


“Esses donativos estão chegando em um momento crucial para ajudar as famílias. Por isso, quero agradecer em nome de todos que fazem parte desse projeto, pela confiança e todo apoio que tem sido prestado por todos, para que tantas pessoas sejam ajudadas, em meio a tudo que vem acontecendo,” destacou Lurdinha Lima.


As doações foram realizadas através de uma pesquisa, conforme o número de afetados em cada município referente a enchente, e também devido os casos de covid-19 e dengue, como mencionou Emmanuelle Ribeiro, analista técnica da Amac.


“Foi levado em consideração não somente a enchente, mas o número de casos de Covid-19 e dengue, para ajudar na área da saúde também,” finalizou ela.


Galeria de Fotos


0 comentário