Três noites de Produção, Cultura e Lazer no 5° Festival da Farinha de Cruzeiro do Sul


O prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima e o vice-prefeito Henrique Afonso realizaram na noite desta segunda, 26, a abertura do 5° Festival da Farinha de Cruzeiro do Sul.


Após dois anos sem realização devido à pandemia, a expectativa é que a intensa preparação do evento deve resultar numa participação de público recorde este ano.

Uma das novidades foi a montagem de duas casas de farinha, uma automatizada e outra tradicional, como forma de demonstrar que a tradição pode muito bem conviver com a tecnologia.


Cerca de trinta famílias de produtores rurais irão passar pelo evento, mantendo as duas casas de farinha em funcionamento durante todo o evento.

Um dos objetivos é prestigiar os produtores rurais, que através da melhor farinha de mandioca do país levam o nome de Cruzeiro do Sul para todo Brasil.


“É muito importante essa participação do produtor mostrando essa beleza que é a produção da nossa farinha e dos derivados da mandioca. Serão mais de 30 produtores, todas as noites mantendo a casa de farinha funcionando a todo vapor, produzindo farinha, tapioca, goma, biju, tudo aquilo que pode ser feito a partir da mandioca para que o público possa prestigiar e saber como são feitos esses produtos”, disse o prefeito Zequinha durante a abertura do evento.


O festival também terá o concurso para a maior, a mais grossa e a mais pesada macaxeira que irá premiar cada vencedor com 1 mil reais.


Outro momento esperado é o concurso que irá eleger o Rei e Rainha da Farinha de Cruzeiro do Sul.


As apresentações artísticas são parte importante do evento. Mais de 38 grupos musicais e de dança, totalizando mais de 150 artistas irão se apresentar nos dois palcos montados.


Novidades para o 5° Festival da Farinha


O festival deste ano buscou trazer algumas novidades para o público. Além das duas casas de farinha e dos dois palcos, foi montada uma sala de mídia para que os shows do evento pudessem ser transmitidos ao vivo no rádio e na TV. A parceria com a imprensa local deve garantir a participação mesmo daqueles que preferem assistir no conforto de casa.


Arquibancada


Outra novidade será a instalação de uma arquibancada para o desfile das escolas, que marca a culminância do festival no aniversário de 118 anos da cidade, em 28 de setembro. Neste que deve ser o maior Festival da Farinha já realizado, o prefeito Zequinha e o vice-prefeito Henrique Afonso anunciaram a instalação de arquibancadas que devem comportar até 4 mil pessoas. Com isso a prefeitura espera ampliar a participação do público para assistir ao tradicional desfile das escolas de Cruzeiro do Sul.

Também são esperados visitantes dos municípios vizinhos e da capital para prestigiar o evento em Cruzeiro do Sul.


Salário antecipado e recuperação econômica pós-pandemia


Como forma de fortalecer a participação do público, a prefeitura decidiu antecipar o salário dos servidores. Um viés importante da feira deste ano é a recuperação econômica das famílias de Cruzeiro do Sul neste pós-pandemia. Mais de oitenta pequenos empreendedores devem participar este ano.


“Antecipar os salários dos nossos quase 4 mil servidores é um pequeno sacrifício para que todos possam usufruir da feira, que tem uma participação muito grande de pequenos empreendedores, então todos ganham com o evento”, disse o prefeito Zequinha.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo