Quinto Festival da Farinha de Cruzeiro do Sul celebra produção, cultura e identidade regionais

Farinha de Cruzeiro do Sul é sinônimo de coisa boa. Para a maioria dos acreanos, a associação entre a farinha e a cidade de Cruzeiro do Sul é algo imediato. A simples farinha de mandioca que nas mãos habilidosas de produtores e produtoras da região se transforma em arte é celebrada neste Quinto Festival da Farinha de Cruzeiro do Sul realizado pela prefeitura. O evento celebra produção, cultura, empreendedorismo, turismo e principalmente a identidade de Cruzeiro do Sul.


A quinta edição do festival é celebrada após dois anos sem acontecer devido à pandemia. Por esta razão, há um empenho redobrado da prefeitura em promover um festival que fique na memória da população.


Todas as secretarias municipais estão envolvidas na realização do festival que tem início nesta segunda, 26 e culmina no dia 28, aniversário da fundação da cidade de Cruzeiro do Sul. O evento acontece durante os três dias, das 18:00 às 03:00 da madrugada na Praça do Centro Cultural Orleir Cameli e avenida Rodrigues Alves, no centro da cidade. A expectativa é que entre 5 mil à 10 mil pessoas frequentem o evento em cada dia, totalizando algo em torno de 30 mil visitantes durante os três dias.


A Secretaria Municipal de Agricultura cuida de uma parte fundamental do evento, já que a produção de farinha é a razão de ser do festival.

“Serão apresentadas duas casas de farinha. Uma tradicional e outra totalmente automatizada. A nossa intenção com isso é reverenciar a tradição e mostrar que ela pode conviver com a tecnologia”, explicou a secretária de agricultura Aldeni Menezes.


A Secretaria de Turismo e Empreendedorismo também está diretamente envolvida na organização do evento que tem uma parte dedicada à comercialização de comidas e bebidas, exposição de artesanato regional e produtos da crescente indústria de Cruzeiro do Sul.


“Uma parte importante do Festival da Farinha deste ano é oferecer um espaço e uma ocasião para que os pequenos empreendedores possam comercializar seus produtos, principalmente porque a recuperação econômica pós-pandemia tem sido uma das prioridades da gestão e da secretaria em particular”, disse a secretária municipal de turismo e empreendedorismo, Gleiciane Cruz.


O festival também tem por objetivo promover o turismo, atraindo visitantes de outros municípios do Acre. Cruzeiro do Sul tem se destacado como principal polo do turismo no estado.


Valorização da Cultura Regional


O Quinto Festival da Farinha de Cruzeiro do Sul também deve se destacar pela valorização da cena artística regional. Fortalecido especialmente pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, a população de Cruzeiro do Sul certamente irá se surpreender com a quantidade e diversidade presentes hoje no segmento artístico da região. Trinta e oito grupos dos mais variados estilos musicais irão se apresentar nos dois palcos montados para o festival: um principal e outro alternativo. Serão mais de 150 artistas regionais a passar por ambos os palcos durante as três noites.


A escolha em favorecer os artistas regionais caminha junto com o objetivo principal do evento que é valorizar a produção local, e com a responsabilidade financeira da prefeitura.


Nossa prioridade é em valorizar os artistas locais, que já vem recebendo uma atenção especial por parte da nossa gestão municipal”, explicou o secretário de cultura, esporte e lazer, Aldemir Maciel.


No dia 28 também haverá a escolha do rei e rainha da Farinha de Cruzeiro do Sul, um momento esperado pela população em que o júri irá escolher um jovem do sexo masculino e outro do sexo feminino que irão representar a beleza cruzeirense durante um ano.


“A Farinha de Cruzeiro do Sul não é apenas um produto. É parte de nossa identidade, faz parte de ser cruzeirense. Por isso este é um momento tão importante para nós. Além disso, é um momento de celebrar a cultura e a produção regional, de reencontrar as pessoas, os conhecidos, amigos e familiares e para muitas pessoas também uma oportunidade de renda com a comercialização de seus produtos. Por isso damos muita atenção e importância a este evento e esperamos que este quinto festival fique marcado na memória dos cruzeirenses como um momento de paz, alegria e de estima por nossa Cruzeiro do Sul”, disse o prefeito Zequinha Lima.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo