top of page
  • Foto do escritorAssessoria de Comunicação

Prefeituras do Juruá, empresariado e bancada federal se unem pela BR 364

Atualizado: 20 de mar. de 2023



Diante do risco de fechamento da Br 364 devido ao agravamento das condições de trafegabilidade, as prefeituras dos cinco municípios do Juruá e ao longo da BR, classe empresarial e parlamentares passam a integrar o movimento SOS BR 364.


O movimento busca unir pessoas e representações de diferentes segmentos sociais e políticos para sensibilizar o governo federal em Brasília acerca da necessidade de manutenção emergencial da BR 364.


O movimento recebe o apoio da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul. A categoria empresarial é uma das maiores prejudicadas pela gradativa perda de trafegabilidade na estrada.


“A BR necessita de cuidados urgentes. Está crítica a situação e se não for feito alguma coisa agora no período chuvas há o risco de a BR 364 fechar, afetando cerca de 300 mil acreanos que serão prejudicados naquilo que é essencial, desde insumos básicos, combustíveis, tudo vem pela BR 364 que está pedido de socorro”, disse Luís Cunha, presidente da Associação Comercial.


“A BR 364 sempre teve problemas na sua manutenção, mas nunca esteve como agora. Pela falta de cuidados no ano passado, a BR chegou a um ponto como nunca esteve. Esse movimento envolve todas as prefeituras, inclusive Rio Branco”, completou.


O prefeito Zequinha Lima apresentou dados que exemplificam a importância da BR 364 para todos os municípios ao longo da estrada, de Bujari até Mâncio Lima.


“O problema da BR 364 é de todos nós acreanos, especialmente o Juruá. Os dados que temos impressionam. Somente em 2022 foram movimentados R$ 2 bilhões e 300 milhões ao longo da BR, sendo que Cruzeiro do Sul representa 77% deste valor”, explica o prefeito.


Francisco Virgulino, gerente de uma das empresas de ônibus que trafega na BR 364 deu detalhes sobre as condições atuais da rodovia.


‘Antes gastávamos de 10 a 11 horas de viagem, agora estão sendo 17 a 18 horas, desde que não ocorra nenhum imprevisto no decorrer da viagem. Isso traz aumento no custo da viagem: manutenção, diesel, tempo de viagem e desgaste dos profissionais. A viagem requer ainda muito cuidado por parte dos motoristas, para fazer uma viagem segura trazendo pessoas. São vidas de idosos, crianças, pessoas com problema de saúde que tem de ir a Rio Branco. Espero que este movimento chegue a Brasília, ao nosso presidente para ter um olhar especial sobre a BR 364”, disse.


Para o empresário Neto do Mercantil Cohab, a união de esforços alimenta a esperança de que o movimento traga um resultado para a manutenção da BR 364.


“Esse movimento nos mostra que não estamos sozinhos e nos enche de esperança quando vemos esta grande união desde empresários, todas as prefeituras do vale do Juruá, bancadas estadual e federal. Agora esta campanha ganha outro rumo para que haja uma manutenção  paliativa agora, para que a BR continue trafegável pelo menos até o fim do inverno, porque todos dependemos da BR”, disse.


A campanha SOS BR 364 recebe o importante reforço do deputado federal Zezinho Barbary.  Eleito pelo Juruá, Zezinho se comprometeu em defender mais recursos para a BR e uma ação mais emergencial que garanta a trafegabilidade neste inverno amazônico.


“A gente precisa no momento dar as mãos para buscar soluções para um problema grave que pode afetar toda região do Juruá. Chegando em Brasília vou buscar a bancada federal e procurar nossos deputados federais, nosso governador que também deve estar preocupado com este problema e todos os colegas deputados. Vou buscar a Presidência da República, o governo federal para uma solução imediata. Temos R$ 1,2 bilhões destinados para a região norte, sendo que para a BR 364 são 200 milhões, que não é o suficiente para resolver o problema e não sabemos quando este recurso vai ser aplicado. Precisamos de medidas emergencial.


O Juruá pode contar com meu apoio, em Brasília vou fazer uma busca ativa de uma solução em parceria com a bancada federal”, disse o deputado.


O prefeito Zequinha que já esteve em Brasília para solicitar a manutenção emergencial da BR, agradeceu a soma de apoios.


“Estive em Brasília onde levei um documento assinado pelos cinco prefeitos da região. Entreguei à bancada federal, ao coordenador da bancada explicando o que significaria o fechamento da BR 364 para Cruzeiro do Sul. Hoje estamos cada vez mais, todos unidos em defesa desta BR porque todos dependemos dela”, finalizou.


Galeria de fotos


Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page