Prefeitura institui regime de trabalho à distância durante o período crítico da pandemia


Devido ao aumento exponencial dos casos da variante ômicron da covid-19 nos últimos dias, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul instituiu o regime de trabalho à distância, teletrabalho ou home ofice nos órgãos da prefeitura.

O decreto publicado em primeiro de fevereiro prevê que o titular de cada pasta da prefeitura deverá avaliar a possibilidade de suspensão ou redução dos serviços ofertados. O objetivo é reduzir o fluxo e as aglomerações nos órgãos públicos a fim de conter o contágio. Os serviços essenciais serão mantidos. O decreto recomenda que cada repartição pública receba apenas uma pessoa por vez.

As secretarias e serviços que puderem ser realizados em regime de teletrabalho (home office) estão autorizadas a fazê-lo quando não houver prejuízo ao serviço público.

O decreto é valido por 15 dias, no entanto a retomada presencial dos serviços pode ocorrer antes, caso seja avaliado interesse público ou no caso de o serviço à distância ser considerado ineficaz.

O decreto é assinado pelo prefeito em exercício Henrique Afonso:

“A avaliação da gestão é de que adotar tais medidas neste momento será positivo para conter o avanço da variante, que infelizmente tem acometido tanto os servidores da prefeitura quanto a população em geral. Esperamos que esse momento seja superado logo e possamos retomar as atividades em regime presencial”, disse o prefeito em exercício Henrique Afonso.

0 comentário