Prefeitura incentiva projeto para fortalecer turismo no Rio Crôa


O prefeito em exercício, Henrique Afonso, esteve reunido, nesta terça-feira (15), com os idealizadores do projeto "Comunidade Nova Era - Sítio São Sebastião" que tem a finalidade de ampliar as condições de atendimento para os turistas que visitam o Rio Crôa. A iniciativa é de moradores da localidade que buscam parcerias para fortalecer o turismo na região.

Na oportunidade o coordenador do projeto, Davi de Paula, explicou que será necessário um investimento de R$ 1,5 milhões para aplicar na construção de uma pousada e em atividades no setor da agroecologia, como a criação de galinhas, piscicultura e produção de hortaliças que serão utilizados na alimentação de quem frequenta a comunidade.

Segundo a secretária municipal de turismo, Gleiciane Pereira, parte desses investimentos já foram viabilizados por meio de recursos próprios e de investidores de outros países que visitam a comunidade.

"Parte desse projeto já foi executado com recursos que eles tinham e que garantiram com parcerias até de fora, que foi em torno de R$ 500 mil, mas, eles precisam do restante para continuar. Então, procuraram a gestão municipal para fazermos uma parceria na parte de piscicultura e para fazermos essa articulação com o Banco da Amazônia, no intuito de que possam acessar as linhas de crédito voltadas para a questão do turismo", disse a secretária.

O prefeito em exercício afirmou que o município já vem realizando ações para fortalecimento do turismo na região do Juruá e, principalmente, para a comunidade do Rio Crôa.

"Temos muito potencial para nos tornarmos uma região das mais fortes do turismo da Amazônia e estamos trabalhando para que isso se torne realidade. São iniciativas como essas, que ampliam as condições de atendimento aos turistas, que sempre estamos apoiando para que, em um futuro bem próximo, estejamos colhendo os frutos com a geração de renda para nossas famílias", afirmou Henrique Afonso.

Os idealizadores do projeto trabalham com a perspectiva de fortalecimento do turismo religioso, do etnoturismo e o turismo de base comunitária.




0 comentário