top of page
  • Foto do escritorLeandro Altheman Lopes

Prefeitura implanta programa de compras municipalizadas



A Prefeitura de Cruzeiro do Sul através da secretaria de gestão, realizou nesta quinta, 21, no Polo Moveleiro, o lançamento oficial do Programa de Compras Municipalizadas de Cruzeiro do Sul. A iniciativa já é adotada pelo Governo do Estado do Acre junto a Prefeitura de Rio Branco.

A assinatura do Prefeito Zequinha cria o decreto que estabelece o programa no município

A assinatura faz parte do cronograma de obras, serviços e ações alusivos às comemorações do aniversário de 119 anos de Cruzeiro do Sul.


O Programa de Compras Municipalizadas tem por objetivo fomentar a economia e a circulação de recursos locais. Neste primeiro momento, o foco maior será a indústria moveleira que tem plenas condições de atender às demandas das secretarias com um produto de qualidade e preço competitivo.



Contudo, o programa é mais amplo e abrange áreas diversas tais como: Indústria Extrativa, Indústria de Transformação, Comunicação e Informática, Construção Civil, Serviços técnicos de Engenharia e Arquitetura, Produtos oriundos da Produção Agropecuária e Manutenção e reparação de Veículos Automotores.


Matheus Lima, secretário de gestão, explica sobre os passos legais necessários para que os moveleiros de Cruzeiro do Sul possam participar do programa de compras municipalizadas.



“Antes de chegar nesse momento tivemos a aprovação de uma lei pela câmara de vereadores para regulamentar o processo de compra governamental. O segundo passo foi regulamentar através de decreto para que a prefeitura comece a adquirir produtos dos moveleiros para fomentar a indústria local. A partir daqui teremos os chamamentos públicos quando houver demanda. Não há um limite pré-estabelecido, as compras serão feitas de acordo dom a necessidade”.


Segundo João Evangelista, presidente da Associação dos Moveleiros de Cruzeiro do Sul, o programa de compras do município deve trazer maior estabilidade para o setor, além de garantir melhor qualidade do produto.



“Este credenciamento dificulta a concorrência desleal de empresas de fora que entregam um produto mais barato, mas de qualidade muito inferior. O prefeito Zequinha juntamente com seus secretários está adotando um modelo que já é praticado com sucesso pelo Governo do Estado. É uma conquista importante para as empresas vão ter uma maior garantia de mercado, e as empresas credenciadas vão poder fornecer um produto de maior qualidade, móveis planejados sob encomenda. Com isso as empresas vão poder aumentar a quantidade de empregos no polo moveleiro. Com as compras do governo já são cerca de 20% de acréscimo na produção. Com a prefeitura isso pode estabilizar mais e todo esse dinheiro fica no município. É um momento que há muito era esperado pelo setor moveleiro que há muitos anos espera pelo credenciamento”.


A secretaria de educação certamente é uma das maiores clientes em potencial do setor moveleiro, que pode fornecer carteiras escolares, mesas e armários. Segundo o secretário Edvaldo Gomes, uma creche em fase final de construção poderá ser a primeira a ser atendida pelo programa.



“A madeira é uma das principais matérias-primas da nossa região, beneficiada pelo polo moveleiro. Esse programa valoriza o produto local e beneficia a educação ao poder comprar daqui ao invés de fora, mandando esse dinheiro para fora. A licitação às vezes baixa muito preço e resulta na entrega um produto de qualidade inferior. Ficamos felizes pelos moveleiros mas também porque teremos um produto de qualidade e com a facilidade porque se fôssemos fazer um processo licitatório, isso levaria em média 120 dias para ter contrato. Já feito com empresa daqui são apenas 45 dias, a partir das empresas credenciadas a demanda vai ser entregue automaticamente e feito o pagamento. Temos uma creche em fase de construção, pode ser aquisição da secretaria”.


O prefeito Zequinha destacou a importância do credenciamento e do programa para a economia local, e a logística inteligente de adquirir um produto de melhor qualidade, produzido na própria região, ao invés de trazer produtos de outros estados.




“Este é um dia importante, o credenciamento dos moveleiros. Essa é a segunda etapa de um processo iniciado este ano de fazer compra de empresas daqui a partir da lei de credenciamento aprovada. Apenas Rio Branco tinha essa lei e agora estamos homologando através da regulamentação da lei que foi fruto de uma discussão com o polo moveleiro e vamos alcançar ouras áreas de indústria e comércio. Vamos proteger a indústria e o comércio, com vantagens como a mais melhora da economia e a oportunidade para indústrias e comercio locais terem uma participação mais favorável nas licitações


Isso é também um incentivo à geração de emprego na região ao incentivar empresários a contratar mais. Todas as secretarias podem fazer as compras dentro deste processo, beneficiando empresas de pequeno porte. Isso sem contar que agiliza entrega e garante a qualidade. Se comparar nossos produtos são bem superiores e a logística para entrega a partir de outros estados é bem demorada e complicada. Estas empresas são daqui, já estão instaladas, produzem artigos de qualidade e quem vai ganhar com isso é Cruzeiro do Sul”.



Comments


bottom of page