Prefeitura firma convênios de aproximadamente 800 mil para apoio a instituições sociais


O prefeito Zequinha Lima se reuniu, nesta segunda-feira (21), com diversas instituições que prestam trabalho de assistência social em Cruzeiro do Sul para renovar as parcerias. O município vai aplicar, durante o exercício de 2022, de aproximadamente R$ 800 mil para apoio às entidades que prestam serviços humanitários na cidade.

A prefeitura já tinha renovado o convênio com outras instituições, a exemplo do Lar dos Vicentinos que acolhe idosos. Desta vez, a Associação dos pais e amigos dos dependentes químicos também teve a garantia que vai receber recursos do município para a manutenção das despesas.

Durante o ato de assinatura do convênio, o diretor da Apadeq, Raimundo Felicio, elogiou a atitude do prefeito que decidiu renovar a parceria nos primeiros meses do ano.

"Vale a pena ressaltar a preocupação e o respeito que o prefeito Zequinha Lima tem por cada instituição, tendo em vista que em outras gestões, as instituições recebiam seus convênios de julho a setembro, e agora, de forma célere, estamos renovando esse processo bem cedo do ano. Isso demonstra o compromisso de um prefeito com as entidades que desenvolvem um trabalho de cunho social ", afirmou Felício.

O vereador Elter Nóbrega, que esteve presente no ato de assinatura dos convênios, também fez questão de destacar a importância do apoio às entidades que cuidam das pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade.

"São diversas instituições beneficiadas por esses convênios e temos que valorizar a sensibilidade do prefeito Zequinha, que decidiu, inclusive, que será feito o pagamento retroativo à janeiro. Isso é muito importante porque essas instituições desempenham um papel na área social que é muito importante na nossa cidade", disse o parlamentar.

O prefeito lembrou que as instituições em questão fazem um trabalho que, por muitas vezes, o município não tem estrutura para oferecer para quem precisa.

"Há tempo eu já tenho conhecimento desse trabalho que essas instituições prestam na nossa cidade, onde, geralmente, o poder público não chega. Então, é fundamental que a prefeitura, que tem mais condições, estenda uma mão amiga para elas. É um grande investimento que, enquanto prefeito, podemos fazer para essas instituições que dedicam amor às pessoas que se sentem excluídas da sociedade", afirmou Zequinha.






0 comentário