top of page
  • Foto do escritorAssessoria de Comunicação

Prefeitura de Cruzeiro do Sul presta apoio à missão da Marinha


O Navio de Assistência Hospitalar Dr. Montenegro chegou novamente à Cruzeiro do Sul para mais uma missão de saúde. Na tarde desta quinta, 09, o comando e equipe de saúde do navio estiveram reunidos com o secretário estadual de saúde Pedro Pascal e secretários de saúde dos municípios do Juruá acreano. A secretária de saúde de Cruzeiro do Sul Valéria Lima esteve presente, juntamente com a secretária Ajucilene Gonçalves, de Mâncio Lima e o secretário Aluildo José de Rodrigues Alves.


O secretário estadual de saúde do Acre, Pedro Pascoal falou sobre a importância da missão para o estado, em especial, para a região do Juruá.

“Para a gente é importante receber essa força, esse apoio, é uma região que tem uma particularidade por estar distante da capital onde temos a maior parte dos recursos. Também nesta região há populações mais isolados, ribeirinhas e indígenas, então este apoio prestado é de grande valia. Agradeço a equipe da marinha por disponibilizar agenda, tempo, profissionais e insumos. O Estado entra com apoio logístico e mais alguma situação pontual, estamos em contato direto com o comandante para atender as necessidades durante o decorrer da missão”, disse o secretário Pedro Pascoal.



O comandante da embarcação, capitão-de-corveta Thiago Batista Rocha D’Oliveira falou sobre a importância da missão e sobre o desafio de navegar pelo rio mais sinuoso do mundo.

“Esta é a primeira vez que estou servindo na Amazônia, sempre naveguei pelo litoral. É uma enorme satisfação em conhecer o Juruá, o rio mais sinuoso do mundo. É um desafio, mas muito gratificante em saber da nossa missão que é trazer saúde paras as populações”, disse o comandante do navio.


O comandante também destacou a importância do apoio das secretarias de saúde, que além do apoio logístico, ajudam a melhor direcionar os recursos da missão para as necessidades das populações.

“Sem essa parceria ficaria mais difícil cumprir a missão. Seroa como um tiro no escuro, a secretaria tem o mapeamento das cidades e necessidades das populações, além de recebermos o apoio através de viaturas, alimentação transporte e equipes locais para triagem. Sem esse apoio a missão não seria tão exitosa”, explicou o comandante.


“Para nós é motivo de satisfação receber esse importante reforço na nossa saúde através dessa missão da Marinha. Iremos prestar todo apoio que for necessário para que as equipes consigam realizar o maior número possível de atendimentos no maior número possível de comunidades. Quem tem a ganhar com isso é a nossa população”, disse a secretária de saúde Valéria Lima.


O atendimento em Cruzeiro do Sul tem início neste dia 10 e permanece até o dia 19 ou 20 e depois segue até Marechal Thaumaturgo. A equipe de saúde do Nash Dr. Montenegro dispõe de 27 militares sendo destes: seis médicos, incluindo pediatra, radiologista e cinco dentistas, entre estes um odontopediatra e buco maxilo.


A missão deve durar até a segunda quinzena de abril, sujeita a mudanças em virtude da variação do nível do rio. As comunidades em que não for possível chegar com o navio, serão alcançadas com embarcações menores ou veículos terrestres. A meta é atender de 15 a 20 mil pessoas durante a missão no Juruá Acreano.



Comentarios


bottom of page