top of page
  • Foto do escritorAssessoria de Comunicação

Prefeitura de Cruzeiro do Sul participa de debate sobre Transporte Aéreo na Região Norte


A Prefeitura de Cruzeiro do Sul foi uma das participações fundamentais no Workshop sobre Transporte Aéreo na Região Norte. O evento foi promovido pelo Ministério Público Estadual do Acre com o apoio do MPCOM – Ministério Público do Consumidor Nacional.


O objetivo foi apresentar os graves problemas relacionados ao setor aéreo na região, que incluem preços exorbitantes e desproporcionais, falta de voos diários e falta de concorrência e informações, entre outros.    


Graças aos esforços do Ministério Público, foram reunidos de maneira inédita, representantes da ANAC e da secretaria de portos e aeroportos do Ministério dos Transportes, e das companhias aéreas Gol, Latan, Azul. A vice-governadora Mailza Gomes representou o governo do estado.


“Faz tempo que estamos lutando junto à bancada federal em Brasília, tratando sobre os preços absurdos das passagens aéreas, que junto com as condições da Br, tem nos deixado praticamente isolados. Só que este é um assunto complexo e é muito difícil mobilizar tantos órgãos de governo, ANAC e as empresas. Por isso é fundamental este papel que o MP está fazendo ao encampar essa luta pela população do Juruá. O MP conseguiu reunir aqui em Cruzeiro do Sul, muitas representações da iniciativa privada e do poder público e isso aumenta a nossa esperança de encontrar uma solução”, disse o prefeito Zequinha Lima.     


“Um evento desse calibre mostra a importância e a força da nossa região do Juruá. O povo da região do Juruá merece um tratamento um respeito maior pelo transporte aéreo. Trouxemos aqui todos os atores : ANAC, LATAM, Azul, Gol, e esperamos que saiam daqui melhores proposições, que melhore o serviço do Acre como um todo”, disse o promotor de justiça do MP/AC em Cruzeiro do Sul, Iverson Bueno.


“A gente está lutando a muito tempo pelo retorno dos voos diários, esfalecendo conexões soluções positivas nesse sentido. Tem o problema da tarifa, subiu no país inteiro, mas aqui sempre é exorbitante e desproporcional. Não faz sentido que uma passagem entre Cruzeiro do Sul-AC e Fortaleza-CE (3.802 km) saia mais barato do que entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco-AC ( 591 km). Estamos mostrando isso para estas autoridades e buscando meios de conciliação para este problema”, completou.


“Somados às condições da BR, os preços das passagens aéreas ameaçam o direito de ir e vir da população de Cruzeiro do Sul. É uma população isolada historicamente que precisa de um transporte aéreo eficaz”, concluiu o promotor.


“Este é um problema de todos nós cruzeirenses. Está muito complicado sair de nossa cidade para a capital e para os outros estados seja para trabalho ou tratamento de saúde. O direito de ir e vir é um direito fundamental do ser humano. Só temos a agradecer mais uma vez pelo empenho do MP, na pessoa do promotor Iverson Bueno que compreende a importância desta questão para nós e buscou trazer quem pode encontrar uma solução”, concluiu o prefeito Zequinha Lima.



Comments


bottom of page