Prefeitura de Cruzeiro do Sul leva serviços de recuperação ao ramal Badejo do Meio


O prefeito Zequinha Lima e o secretário de obras de Cruzeiro do Sul, Josinaldo Batista, estiveram nesta sexta-feira (02), no Badejo do Meio para vistoriar os serviços de recuperação do ramal. Na visita o prefeito conversou com os moradores que agradeceram pela ação da prefeitura.



Zequinha Lima foi recebido com contentamento pelas famílias que cultivam diversos tipos de produtos agrícolas e tinham dificuldades para o escoamento devido as péssimas condições da estrada.


"Estamos gostando muito do serviço. Está de qualidade. Há muito tempo não víamos um trabalho dessa qualidade aqui. Também não tínhamos a presença de políticos na nossa comunidade e agora o prefeito está aqui. É muito gratificante. Estamos plantando abacaxi, abacate, banana e muitos tipos de frutas que variam à época de colher e a gente estragava, mas agora o pessoal está vindo comprar diretamente nas nossas propriedades" comemorou o agricultor José Evangelista.



O produtor rural Juraci Abreu também reconhece o bom trabalho feito pela equipe da prefeitura para melhorar as condições do ramal. Ele destaca a parceria com os moradores que estão apoiando os serviços.



"Todo mundo tá se agradnado do serviço. A gente também tá ajudando. Naqueles cantos mais ruins, a gente orienta eles vão arrumando, vamos desentupindo os bueiros juntos, arranjamos paus e vamos ajeitando. Eles estão dando muita atenção para o que pedimos", disse Abreu.



Os serviços de manutenção de ramais foram distribuídos entre a Prefeitura e o Governo do Estado. Na parte de responsabilidade do município, os ramais mais próximos da cidade já foram praticamente todos recuperados e agora as equipes estão atuando nas estradas com maior extensão. A programação é para, após concluir o Badejo do Meio, as máquinas passem a operar no Badejo de Cima.


"Nosso compromisso com os moradores é fazer o melhor possível para facilitar a trafegabilidade, pois sabemos da importância de termos nossas estradas em boas condições para que os produtores que trabalham possam garantir que o alimento chegue à mesa de quem mora na cidade", ressaltou Zequinha.

0 comentário