top of page
  • Foto do escritorAssessoria de Comunicação

Prefeitura de Cruzeiro do Sul encerra o Mês da Consciência Negra


Com muita arte, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul, por meio do Gabinete da Primeira-Dama Lurdinha Lima, realizou nesta quinta, 30, no Teatro dos Nauás, o encerramento das atividades culturais e educativas desenvolvidas neste Mês da Consciência Negra.



A gestão do prefeito Zequinha Lima deu um importante passo na luta antirracista ao criar o Departamento Municipal de Promoção da Igualdade Racial -DMPIR, o primeiro de Cruzeiro do Sul, em mais de cem anos de fundação do município.



“Estas atividades são muito importantes porque trazem à tona a consciência do ser humano como pessoa, tratando o outro com igualdade; lembrando que a cor não nos define e que o respeito é o principal. Esta atividade de hoje é uma iniciativa do gabinete da primeira-dama Lurdinha Lima, reunindo grupos de professores e alunos diante deste tema para massificar cada vez mais o respeito e igualdade", citou a Coordenadora da  DMPIR,  Judmila Santos.


A professora e escritora de Cruzeiro do Sul, Sibele Rezende, que tem três livros publicados conta que  reforça o antirracismo junto aos alunos, não apenas no mês de novembro.


" O racismo tem que ser combatido o ano inteiro, por uma sociedade menos violenta e mais justa. Acredito que nossa atuação tem sido benéfica para ajudar a alavancar essa proposta. A gestão tem feito atividades importantes para atingir um número maior de pessoas para esta causa", comentou


A primeira-dama de Cruzeiro do Sul, Lurdinha Lima, dastaca o pioneirismo da gestão do prefeito Zequinha Lima em criar o Departamento de Igualdade Racial.  Citou ações desenvolvidas como  concursos e a busca ativa pelos artistas dentro das escolas e outros espaços.



" Temos artistas maravilhosos que estão escondidos, só precisando de uma oportunidade como esta para demonstrarem seus talentos. Estamos trabalhando arte, cultura e igualdade racial através do DMPIR, que nunca havia existido no município e estamos  atendendo às escolas, envolvendo o pessoal da sociedade civil e diversas instituições. Atuamos no conbate ao bullying e ao preconceito racial", pontuou a primeira dama.


O  ‘Prêmio Cultural da Influência Negra’ com diversas apresentações, foi parte da programação de encerramento da programação de novembro. O ganhador do Prêmio foi o grupo Mártir da escola Dom Henrique Ruth que fez  a perfomance da dança Maculelê.



Comments


bottom of page