top of page
  • Foto do escritorAssessoria de Comunicação

Prefeitura de Cruzeiro do Sul amplia atendimentos itinerantes do Cadastro Único



Como parte de uma política já consagrada na atual gestão de levar os atendimentos até as pessoas nos bairros, vilas e rios, diminuindo a necessidade de deslocamento ao setor de atendimento, a Equipe do Cadastro Único da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Cruzeiro do Sul vem realizando atendimentos itinerantes aos públicos e instituições específicas atendidas pelos programas do Cadastro Único.


Na última quinta, 13, foi realizado o atendimento a inclusão e atualização das famílias atendidas na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE pelos programas do Cadastro Único.  Na quarta, 12, o atendimento foi realizado no Centro Educacional Adílis Nogueira Maciel – CEANOM.


A ação teve por objetivo a qualificação e fortalecimento das informações prestadas às famílias e priorizar a atualização dos grupos específicos tais como idosos e pessoas com transtornos e deficiências.


A importância do Cadastro Único se dá pelo fato de que é através destas informações que os governos federal, estadual e municipal podem criar, aperfeiçoar os programas sociais já existentes de maneira a alcançar as pessoas que mais precisam.

“Através do cadastro Único e do bolsa família são realizadas várias ações voltadas para planejamento anual. Temos as ações itinerantes em que atendemos as vilas na zona rural e de forma quinzenal buscamos levar os atendimentos do posto até outras localidades e mesmo dentro da cidade.


Temos feito isso para diminuir a necessidade dos atendimentos no posto, onde devido ao grande número de pessoas, normalmente não é possível atender às famílias de forma particularizada”, explica Sandra Soriano, coordenadora da Equipe do Cadastro Único.


Como a nova política de deslocar as equipes ao invés de fazer com que o beneficiado se desloque, a SMDS vem conseguindo melhorar o atendimento.

Já foram realizados atendimentos no Lar dos Vicentinos, CEANOM e APAE, e estão previstas ações para o Educandário e Missão Família, além de ações específicas para os catadores de material reciclado, ribeirinhos e indígenas e pessoas com deficiência, conforme preconizado pelo programa.


“A importância da ação é possibilitar o acesso amplo aos programas e serviços ofertados pelo Governo Federal através do Cadastro Único. Todas as famílias que participam são famílias de baixa renda estão inseridas ou precisam estar, e esse é o nosso papel: identificar essas necessidades”, explica.


“Tem sido gratificante realizar estes atendimentos, porque o setor do bolsa família da prefeitura sempre tem muita procura – todos os dias forma uma fila interminável e é muito difícil para estas pessoas, muitas vezes mães com filhos especiais ter que se deslocar de manhã cedo, pegar uma ficha e esperar a manhã toda para ser atendido. Chega a ser desumano, por isso, levar os serviços para que as pessoas tenham facilidade de acesso se tornou uma prioridade da secretária Delcimar Leite e da gestão municipal do prefeito Zequinha Lima como um todo.

Para todos nós da gestão, está muito claro que são as pessoas que mais precisam justamente aquelas que vão ter a maior dificuldade em saírem de suas casas até a prefeitura, muitas vezes perdendo um dia de trabalho”, explica Rosa Oliveira, secretária em exercício durante a ação.




Comments


bottom of page