top of page
  • Foto do escritorAssessoria de Comunicação

Prefeitura de Cruzeiro do Sul amplia acesso à saúde fluvial para os ribeirinhos


As novas estratégias adotadas pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul para a saúde fluvial e ribeirinha vem merecendo destaque até mesmo do programa nacional que recentemente citou as ações do município em publicação do Ministério da Saúde.


Parte desta estratégia consiste em manter unidades fixas de atendimento na foz dos rios Juruá Mirim e Valparaíso, e de lá as equipes realizam as visitas às comunidades.

No período entre 6 e 18 de janeiro foi realizado um total de 2.240 atendimentos, somente no Rio Juruá Mirim, onde está ancorada a embarcação da UBS Fluvial.


Foram realizados exames Pré-Natal, Coleta de PCCU, Planejamento Familiar, Puericultura, Consulta HAS/DIA, Consulta de Enfermagem, Atendimento Odontológico, Vacinação Anti-Covid (D1/D2/D3/D4) e vacinação de Rotina, Testes Rápidos (HIV/HCV/HBV/SÍFILIS) e Testes Rápidos para Malária e Covid.


“Um atendimento como esse é de extrema importância para aqueles que tem maior dificuldade de chegar até nosso ponto fixo, principalmente por conta da distância e condições socioeconômicas. Conseguimos então, através de ações como essa aproximar a população de serviços básicos de saúde principalmente voltados para promoção de saúde e prevenção de doenças como é caso dos pré-natais, testagem rápida, imunização, dentre outros”, explica a enfermeira Adriana Araújo, coordenadora da Equipe de Saúde Fluvial da SEMSA.


Neste período foram atendidas as comunidades Boa Vista, Monte Cristo, Primavera, Prainha, Cachoeira do Açaí, Santo Antônio, Periquito, Extrema e Vista Alegre.


Uma das preocupações da SEMSA foi de manter o atendimento permanente nos dois maiores rios da região: Juruá Mirim e Valparaíso.

“Nossa preocupação foi manter o ponto fixo que está localizado na Foz do Rio Valparaiso funcionando normalmente durante todo o período que passamos dentro do Igarapé Mirim, para que nenhuma população ficasse descoberta”, explica a enfermeira.


“As duas equipes atuaram simultaneamente para que atendêssemos desde casos básicos até as urgências e emergências, e consequentemente, o trabalho não parasse em nenhuma parte de abrangência da Equipe Fluvial”, conclui.


Todos os esforços de ampliação do atendimento aos ribeirinhos fazem parte de um objetivo concreto da SEMSA e da gestão.

“O prefeito Zequinha determinou que a saúde, especialmente a atenção básica, tem de chegar até as pessoas e não esperar que as pessoas nos procurem. Também foi um objetivo traçado durante o planejamento da SEMSA, porque a atenção básica, para ser efetiva, tem que estar presente no dia-a-dia das pessoas e não esperar que o problema de saúde se manifeste ou se agrave, por isso essas ações são fundamentais para elevar a qualidade de vida das pessoas nestas localidades e também para que o pode público cumpra o seu papel”, explicou a secretária de saúde Valéria Lima.


“Estamos obtendo bons resultados, e isso é um mérito muito grande do empenho de nossos servidores. Temos buscado nos fazer cada vez mais presente enquanto gestão, nas localidades mais distantes, onde normalmente as pessoas têm mais necessidade. Por isso saúde, educação, saneamento, e produção – através do transporte de mercadorias, por exemplo – são algumas das prioridades para estas áreas. O objetivo final disso é que o morador ribeirinho possa exercer sua cidadania com qualidade de vida e acesso a bens e serviços sem ter que se mudar para a cidade para isso”, disse o prefeito Zequinha Lima.



Comments


bottom of page