Prefeitura ativa estação de esgoto em Cruzeiro do Sul

Atualizado: 11 de nov. de 2021


A Prefeitura de Cruzeiro do Sul colocou em funcionamento, nesta sexta-feira (05), o primeiro Sistema de Tratamento de Esgoto da cidade. A estrutura tinha sido construída em 2017, mas nunca tinha iniciado o trabalho.

Com a estação, o município agora terá um local adequado para fazer a purificação de todo esgoto que é retirado das fossas sépticas da cidade.

"Estamos cumprindo todas as normas ambientais do processo de tratamento de esgoto. Aqui os dejetos serão despejados, passarão por todo um processo de decantação onde a parte sólida desce, a líquida sobe e, através dessas caixas que em contato com bactérias vão reagir e passar por um tratamento, o material chega ao meio ambiente com pelo menos 90% de purificação", explicou o secretário de Meio Ambiente, Ygoor Neves.

O prefeito Zequinha Lima acompanhou os primeiros testes da estação de tratamento. Ele afirmou que, além de melhorar a parte sanitária da cidade, o projeto também garante renda para as empresas que trabalham com a limpeza de fossas residenciais.

"No período invernoso as fossas de residências e de órgãos públicos normalmente enchem e nós temos pessoas que trabalham fazendo a coleta desses resíduos, mas não tínhamos onde depositar, pois não se podia jogar no lixão. A partir desses testes que estamos fazendo, vamos trabalhar de forma organizada, com as pessoas que já faziam esse serviço e que agora terão um local adequado para depositar esse esgoto e fazer o tratamento", disse Zequinha.

A Prefeitura contou com o apoio da Assembleia Legislativa do Acre para concluir o sistema e colocar em operação. O presidente da Aleac, deputado Nicolau Júnior, que participou da fase de testes da estação, elogiou o empenho do prefeito para concluir a obra: "Esse é um olhar especial do prefeito Zequinha e de sua equipe para melhorar nossa cidade. Fiquei feliz em ver o esforço do prefeito para concluir esse projeto que vai garantir melhor qualidade de vida para a população", disse Nicolau.



0 comentário