PCCR dos servidores da educação apresentado pela prefeitura é aprovado por unanimidade


Na noite desta quinta, 14, a Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul aprovou por 13 votos favoráveis e nenhum contrário, o Plano de Cargos Carreiras e Remuneração dos servidores da educação municipal que foi apresentado pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul.


O novo PCCR busca valorizar o trabalho e tempo de serviço dos servidores, incluindo professores e profissionais de apoio nas vantagens e benefícios previstos para a categoria.


Segundo Pedro Lima, presidente do SINTEAC, sindicato que representa a categoria da educação, a aprovação do novo PCCR representa um marco na valorização da categoria dos trabalhadores em educação.


“Trata-se de uma conquista histórica para a categoria dos trabalhadores em educação. O documento anterior foi construído em 2001 e passou por uma atualização em 2014. Esse novo documento valoriza a carreira dos profissionais. Claro que o sindicato quer sempre mais. Mas todos os pontos apresentados hoje são considerados importantes. Não se trata aqui de reajuste de salário, mas de valorização da carreira e nós tivemos todos os pontos atualizado com a aprovação deste novo PCCR”, disse Pedro Lima, presidente do núcleo de Cruzeiro do Sul do SINTEAC.


O novo PCCR foi fruto de uma construção coletiva que reuniu o próprio sindicato, professores e profissionais de apoio e uma equipe técnica da prefeitura.


A construção do novo PCCR recebeu total apoio do prefeito Zequinha Lima que deu autonomia para a equipe técnica. O vice-prefeito Henrique Afonso e o secretário de articulação institucional, José Maria Freitas, participaram diretamente desta construção, bem como o secretário municipal de educação Amarísio Saraiva.


“Quero parabenizar prefeito Zequinha o vice-prefeito Henrique Afonso que nos deram autonomia para trabalhar e discutir o plano.  Trata-se de um grande gesto para com a categoria que eles também fazem parte como professores, para reformular o novo plano valorizando toda categoria”, disse o secretário municipal de educação Amarísio Saraiva.


“Uma determinação do prefeito Zequinha Lima é a de sempre buscar dialogar com todas as categorias que são as representações legítimas dos interesses dos trabalhadores. Chegamos a ter reuniões de até cinco horas, sempre buscando meios para atender e entender às reivindicações dentro do orçamento do município. O diálogo sempre foi nossa principal ferramenta na busca do melhor pra todos”, explicou José Maria Freitas, secretário de articulação institucional.


Entre os pontos aprovados no novo PCCR, está o pagamento da chamada sexta parte: um adicional previsto para os servidores quando estes adquirem formação superior ou pós-graduação. Com a reformulação, o benefício passará a ser pago também para os profissionais de apoio.


“Eu e Henrique somos servidores da educação e mais do isso, somos defensores de uma educação de qualidade. Desde o início da nossa gestão procuramos valorizar os profissionais de educação, sabemos que um dos pontos fundamentais para ter uma educação de qualidade é dar dignidade aos profissionais, tanto professores quanto profissionais de apoio, dando a eles estabilidade, perspectiva e um salário digno com o trabalho de cada um. Como gestores, temos que prestar a atenção às limitações de orçamento com atenção a lei de responsabilidade fiscal, mas dentro desses limites procuramos atender às reivindicações da categoria, até por entender que são justas e merecedoras”, concluiu o prefeito Zequinha Lima.


0 comentário