Parceria entre Prefeitura de Cruzeiro do Sul, Procon e MP já atendeu mais de mil casos em 2021


Em parceria com o PROCON e o Ministério Público, a prefeitura de Cruzeiro do Sul tem atuado na fiscalização de comércios e postos de gasolina do município. Ao todo, já foram mais de 1100 atendimentos realizados desde janeiro deste ano, sendo 684 atendimentos presenciais, 193 através do disque denúncia e 315 ações de fiscalização.


O PROCON, Programa de Proteção e Defesa do Consumidor, tem sido uma importante ferramenta na fiscalização de relações comerciais em Cruzeiro do Sul. O órgão tem sede administrativa na prefeitura e realiza o atendimento ao público de forma presencial e através do disque denúncia (068 - 3322-1330). Atualmente, em Cruzeiro do Sul, o PROCON desenvolve atividades voltadas para fiscalização nos comércios e postos de gasolina, além de ações educativas com autuações no comércio do município.


O PROCON vem realizando várias ações voltadas para os postos de combustíveis, como a operação nacional “Petróleo Real”, onde foi verificada a qualidade, a quantidade e aferição das bombas nos postos de gasolina da cidade de Cruzeiro do Sul.


De acordo com a coordenação do órgão no município, o PROCON atua mediante provocação, por isso a necessidade da população formalizar a denúncia de forma presencial ou pelo disque denúncia.

“Já realizamos mais de 1100 atendimentos, somente em 2021, no comércio de cruzeiro do Sul. Porém, quero enfatizar que precisamos ser provocados pela população para que possamos estar fiscalizando os comércios. Por isso, é importante o cidadão ou cidadã fazer a denúncia quando se sentir prejudicada seja em supermercados, restaurantes, postos de gasolina, enfim, a denúncia precisa chegar até nós, PROCON, para que possamos realizar a fiscalização”, enfatizou a coordenadora do PROCON em Cruzeiro do Sul, Aleissa Lima.


Com relação ao caso denunciado nas redes sociais por um consumidor, sobre uma possível adulteração na bomba de um posto de gasolina na cidade, Aleissa informou que, mesmo não havendo denúncia formalizada, os fiscais do PROCON estiveram no referido posto, realizando fiscalização, no entanto não foi constado irregularidades.

“Primeiro quero enfatizar que não recebemos nenhuma denúncia deste caso, mesmo assim fomos ao posto, realizamos a fiscalização da quantidade, qualidade e aferição da bomba e não constatamos nenhuma irregularidade neste posto de gasolina”, disse a coordenadora do PROCON em Cruzeiro do Sul.

0 comentário