Outubro tem ações voltadas à saúde da mulher e do bebê


Neste mês de outubro ocorrem paralelamente duas campanhas de conscientização. A primeira, o Outubro Rosa, tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e o câncer de colo do útero.


Na última terça, dia 4, teve início em Cruzeiro do Sul a campanha do Outubro Rosa. A ação aconteceu na Unidade Básica de Saúde Jesuíno Lins, no Bairro do Alumínio.


A abertura iniciou com um show musical em homenagem às mulheres, palestras educativas, exames de prevenção do câncer de mama, aulão de dança, práticas corporais e abordagem com psicólogo.


As ações se intensificam durante esta semana. Nesta segunda, 10, a equipe da coordenação de saúde da mulher realizou a atividade na secção feminina da Unidade Penitenciária Manoel Nery da Silva.


Estão previstas ações para os próximos dias 10,11, 13 e 14 respectivamente no Hospital Regional do Juruá, no Instituto Socioeducativo e no Detran.


“Ações educativas como as que acontecem no Outubro Rosa são importantes para disseminar conhecimento, facilitar a prevenção e facilitar que as mulheres procurem ajuda quando for necessário. Ao longo dos anos, ações como esta fazem toda diferença na maneira como lidamos com este que é um dos maiores problemas de saúde que afligem as mulheres”, disse a secretária municipal de saúde, Valéria Lima que esteve presente na abertura.


Outubro Verde

A partir do dia 19 terão início as atividades do Outubro Verde, trata-se de uma campanha de conscientização sobre a sífilis congênita.

“Pode ocorrer de a mãe ter contraído sífilis e não saber, ou ter tratado de maneira inadequada. Neste caso, existe o risco de transmissão para a criança por via placentária, em qualquer momento da gestação ou estágio clínico da doença em gestante”, explica Rafaela Oliveira, coordenadora de IST.

Caso a sífilis venha a ser transmitida para o bebê recém-nascido, podem ocorrer irritabilidade, incapacidade para aumentar de peso, secreção com sangue pelo nariz; dores nos ossos; inflamação articular; dentes anormais (dentes cortados); perda visual; audição reduzida ou surdez etc.

Diagnosticada precocemente, contudo, a doença é de fácil tratamento, através da aplicação de penicilina com prescrição médica, o que aumenta a importância das ações educativas e preventivas.



0 comentário