Gestão municipal pretende cuidar e desenvolver a vocação cultural, histórica e turística de Cruzeiro


A preservação do patrimônio artístico, histórico e cultural do município de Cruzeiro do Sul tem sido trabalhada pela prefeitura. Segundo informações da secretaria de cultura, o tema é prioridade para a atual gestão. O objetivo é identificar no espaço urbano da cidade, as construções que representam um marco para a identidade e memória afetiva do cruzeirense.

Nesta semana, ocorreu a conferência do patrimônio histórico de Cruzeiro do Sul, que contou com uma mostra de talentos e habilidades artísticas da cidade. Como parte do encerramento das atividades da conferência, o prefeito em exercício, Henrique Afonso, acompanhou o secretário municipal de cultura Aldemir Maciel e equipe a uma visitação a alguns destes pontos de interesse do patrimônio histórico local.

“A gente precisa sim evoluir, se modernizar e se desenvolver, mas sem perder as nossas referências culturais, a nossa essência cultural e histórica, que é um marco da nossa identidade cultural. E seguiu: “Nossa cidade é vocacionada para a cultura, a história e o turismo”, afirmou o secretário de cultura Aldemir Maciel.

A casa dos Ruelas, uma das construções mais antiga da cidade e patrimônio tombado pelo estado, foi um dos locais visitados. Na ocasião, foi realizada uma live explicando para a população a importância na preservação deste e de outros patrimônios da cidade.

“Essa área é de muito interesse histórico, cultural e artístico. A praça da bandeira, fez parte da nossa infância, dos antigos novenários, das barquinhas, então a gente não pode perder essa essência. Nossa intenção é transformar Cruzeiro do Sul, cada vez mais, num polo de cultura arte e turismo”, disse o secretário.

A região da praça da bandeira é uma das áreas que a gestão pretende dar um tratamento especial como patrimônio da cidade.

“Hoje estivemos com o secretário na casa dos Ruelas e também na praça da bandeira, museu, cais, mirante, onde o prefeito Zequinha tem uma ideia de criar uma área de artesanato indígena para revitalizar toda a área. Isso só é possível com políticas públicas que valorizam o patrimônio, nossa cultura, arte e história”, disse o prefeito em exercício Henrique Afonso.

“Temos ainda o Morro da Glória e a área do antigo fórum, onde se avista um belo pôr do sol, que seria perfeito para um mirante”, concluiu Henrique Afonso.




0 comentário