o preço do quilo do guaraná em Cruzeiro do Sul é encontrado por R$14, já em Manaus a R$20

Buscando implantar e consolidar a produção do guaraná no município de Cruzeiro do Sul, o prefeito Ilderlei Cordeiro acompanhado do Secretário Municipal de Agricultura Genilson Maia, esteve reunido com várias instituições parceiras e empresários envolvidos na cultura deste produto para discutirem formas de como desenvolver essa plantação no município.

De acordo com o empresário, Junior Santos, a iniciativa da prefeitura foi fundamental, para que essa cultura volte a se desenvolver e gerar renda tanto para os empresários desse ramo bem como para os produtores que irão trabalhar no cultivo desse produto.
“Chegou um momento em que tivemos que comprar o produto de fora porque aqui não tinha, então o Prefeito Ilderlei abraçou essa causa e disse vamos investir. Eu acredito que em menos de três anos vamos ter uma grande produção de guaraná em Cruzeiro do Sul, é um produto de valor agregado e nós pretendemos exportar para outras regiões”, relatou o empresário.

O curso será realizado nos dias 14 e 15 de setembro no auditório do SEBRAE em Cruzeiro do Sul, e conta com a parceria de instituições como Embrapa, Senar, SOS Amazônia, Ufac, Ifac, Siga, Banco da Amazônia, dentre outros. O engenheiro agrônomo André Atroch, que ministrará o curso, explicou que a capacitação será voltada para técnicos das instituições parceiras, que levarão esses conhecimentos aos produtores.
“O curso terá aulas práticas e teóricas, vou abordar vários temas desde o plantio até o beneficiamento do guaraná. Trabalho com pesquisa sobre o guaraná há mais de vinte anos, nossa sede é na Embrapa em Manaus- AM. Aproveitando vamos fazer várias pesquisas sobre essa cultura, com a ajuda da prefeitura e de outros parceiros”, disse o pesquisador.

Segundo o prefeito Ilderlei Cordeiro, o preço do quilo do guaraná em Cruzeiro do Sul é encontrado por R$14, já em Manaus a R$20, sendo uma oportunidade para os produtores revenderem a matéria prima tanto para a fábrica que já existe no município, como exportar para outros locais, conseguindo uma renda extra, levando em conta que cada hectare de terra é capaz de produzir aproximadamente mil quilos de guaraná.
“Nós queremos despertar mais essa cultura no nosso município, para que a gente possa melhorar a renda, é o que eu falei no nosso plano de gestão, quero poder cada dia mais ajudar a gerar emprego, gerar renda, melhorar as condições de vida da nossa população. Temos que incentivar as pessoas que tem interesse em produzir algo, oferecendo cursos para eles, levamos esses conhecimentos para que possam produzir da melhor forma”, destacou.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Data de publicação: 13/09/2017

Créditos das Fotos: Ismael Medeiros

Compartilhe!